Mapaquali

2019 - Atual

Sistema modular para monitoramento continuo da qualidade de águas interiores por satélite - MAPAQUALI

A água é um recurso essencial à vida em geral, e à vida humana, em particular. Ela também é essencial para o desenvolvimento econômico e o bem-estar social, os quais dependem da disponibilidade hídrica das nações. Aproximadamente 12% da água doce disponível para uso na superfície terrestre circula pelo território brasileiro. Em função desta disponibilidade hídrica, o Brasil possui um grande número de ecossistemas aquáticos artificiais e naturais de grandes dimensões. Se por um lado a disponibilidade hídrica deixa o Brasil numa posição privilegiada, por outro coloca um grande desafio, como monitorar e usar de forma sustentável estes recursos naturais. A construção de reservatórios hidroelétricos potencializa o uso de agricultura irrigada no entorno dos mesmos, o que contribui de forma significativa para o aumento de eventos de florações de algas, devido ao aporte de nutrientes. Paralelamente, muitos destes reservatórios recebem águas não tratadas de cidades próximas, potencializando ainda mais o processo de eutrofização e a ocorrência sistemática de florações de cianobactérias, que produzem toxinas que podem levar a uma série de doenças hepáticas, digestivas, neurológicas e até a morte, quando ingerida por humanos, peixes e pássaros. Estes impactos ambientais nos reservatórios hidroelétricos precisam ser determinados e monitorados, pois além de renovável, é importante que as fontes de energia sejam também limpas. O projeto MAPAQUALI tem como objetivo o desenvolvimento de um sistema modular customizável para monitoramento contínuo de sistemas aquáticos continentais por sensoriamento remoto. O sistema se propõe a gerar e disponibilizar, para os sistemas aquáticos para os quais for customizado, séries temporais da distribuição espacial de parâmetros de qualidade de água: Clorofila-a, Cianobactérias, Total de Sólidos Suspensos, Matéria Orgânica Colorida Dissolvida (CDOM), campo de luz subaquático por meio do coeficiente de atenuação difusa (Kd) e alertas de eventos de florações (em especial cianobactérias).