2015 - 2013 - 2012 - 2011 - 2010 - 2009 - 2008 - 2004 - 2003 - 2002 - 2001
2015 - Atual
Caracterização bio-óptica espaço-temporal e desenvolvimento de algoritmos analíticos para o monitoramento sistemático das massas de água que circulam pela planície de inundação do médio e baixo Amazonas.

Em termos relativos, o ecossistema da planície de inundação do Rio Amazonas é pouco conhecido e estudado, quando comparado aos ecossistemas terrestres amazônicos. Estima-se a existência de mais de 10 mil lagos com área superior a um hectare (1 ha), dos quais menos de 1% foram estudados. Dada às dimensões da planície, o seu monitoramento só é viável por sensoriamento remoto orbital. Estudos realizados pelo nosso grupo de pesquisa, integrando dados de sensoriamento remoto, medidas espectroradiométricas acima da água e modelos empíricos, permitiram caracterizar padrões da dinâmica espaço-temporal das massas de água ao longo do ciclo hidrológico, sem, no entanto, descrever e analisar a composição espectral do campo de luz subaquático, informação essencial, por exemplo, para estimar a produtividade primária em ambientes aquáticos. Recentemente nosso grupo de pesquisa, com apoio da FAPESP, CNPq e ANEEL, adquiriu um conjunto de perfiladores subaquáticos que viabilizam a caracterização bio-óptica da coluna d'água e a parametrização de modelos analíticos para mapeamento dos constituintes da água. Modelos bio-ópticos analíticos, diferentemente dos empíricos, têm abrangência temporal, o que reduz a necessidade e os custos de medidas in situ. Vale ressaltar que o uso desses equipamentos, desenvolvidos para uso em oceanos, em águas altamente complexas como as amazônicas, é um campo extremamente fértil, dado que há toda uma linha de revisão de métodos e melhoramento de protocolos de correção dos dados. Esta proposta visa dar continuidade aos estudos iniciados no contexto projeto FAPESP 2011/23594-8 sobre caracterização bio-óptica e desenvolvimento de uma metodologia, fundamentada nos conceitos modelagem diretas e inversas para estimativa dos constituintes das massas de águas que circulam pela planície de inundação amazônica, utilizando sensores orbitais de ultima geração (OLI, HICO, Sentinel-2 e 3).

Coordenador: Cláudio Clemente Faria Barbosa
Integrantes: Arley Ferreira de Souza - Integrante / Aurea Maria Ciotti - Integrante / Carolline Tressmann Cairo - Integrante / Daniel Schaffer Ferreira Jorge - Integrante / Helder Lima de Queiroz - Integrante / Evlyn Márcia Leão de Moraes Novo - Integrante / João Sarkis Yunes - Integrante / Lino Augusto Sander de Carvalho - Integrante / Waterloo Pereira Filho - Integrante / Renato Martins Passos Ferreira - Integrante / Felipe de Lucia lobo - Integrante / Adriana Gomes Affonso - Integrante.

2015 - Atual
Monitoramento Ambiental por Satélites no Bioma Amazônia: subprojeto: Análise de padrões espaço-temporais das massas d'água com dados de uso e cobertura da terra.

Avaliar e monitorar os impactos das perturbações antrópicas sobre osecossistemas aquáticos da planície de inundação do médio amazonas, aplicando uma abordagem espaço temporal baseada em imagens de sensoriamento remoto complementada por dados coletados in situ. Durante três ciclos hidrológicos, padrões espaço-temporal da dinâmica de composição das massas de água que circulam pelo médio amazonas serão identificados, e correlacionados com possíveis mudanças de uso do solo na região. As massas de água serão mapeadas a partir de imagens dos sensores ENVSAT/MERIS e MODIS e validadas por medidas radiométricas de campo. Para uso das imagens MERIS, que necessitam de serem adquiridas concomitantes as medidas de campo, uma proposta projeto já foi submetida à ESA (European Space Agency) e aprovada. Durante as coletas de campo, parâmetros físicos das massas de água da planície serão medidos, e utilizados para parametrização de modelos analíticos inversos. A integração destes modelos com as imagens de satélite permitirá descrever a dinâmica de composição das massas de água que circulam pela planície e os estados tróficos dos lagos em diferentes estágios do ciclo hidrológico. A análise integrada dos resultados acima com dados de uso e ocupação do solo permitirá avaliar possíveis impactos de processos antrópicos sobre a qualidade das águas do médio amazonas.

Coordenador de Sub-projeto: Cláudio Clemente Faria Barbosa
Integrantes:
Financiador(es): BNDES / Fundo Amazônia.

2012 - Atual
Sensoriamento Remoto aplicado à modelagem de impactos antropogênicos sobre propriedades ecológicas de ambientes alagáveis e aquáticos da planície do Solimões/Amazonas.

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Evlyn Márcia Leão de Moraes Novo em 21/04/2014.
Descrição: A meta desse projeto é estudar o efeito que perturbações antrópicas sobre a estrutura florística e sobre o funcionamento das florestas de várzea têm sobre os ecossistemas aquáticos da calha central do Solimões-Amazonas. A questão que norteia a proposta é de determinar os graus de perturbação antrópica em que se encontra a cobertura florestal da várzea do médio/alto Solimões e o médio/baixo Amazonas e identificar seus impactos sobre os mais importantes componentes dos ecossistemas aquáticos de várzea. A Floresta Inundável ocorre nas áreas que se encontram menos tempo expostas ao efeito do alagamento. Por isso, tornam-se as áreas mais interessantes para a ocupação humana, o que a torna vulnerável à remoção indiscriminada. Essa remoção não é contínua no tampo e nem no espaço. È sujeita à história da ocupação da área e aos sucessivos ciclos econômicos e políticas de ocupação da Amazônia. A remoção da floresta, entretanto, afeta a integridade dos sistemas aquáticos porque elas são fonte de alimento e nutriente para um grande número de espécies. Além disso, as florestas tendem a aumentar o tempo de residência da água na planície, e com isso, a facilitar a liberação de nutrientes adsorvidos nas partículas em suspensão. Com a remoção das florestas a tendência é de que os componentes finos da carga sólida sejam transportados a grandes distâncias, aumentando a deposição de frações mais grosseiras. A remoção da floresta tem, portanto, um potencial de alterar significativamente o funcionamento dos sistemas aquáticos. Ao término da pesquisa pretende-se responder às seguintes questões científicas: 1) Como a integridade da Floresta Inundável (medida em níveis de perturbação da paisagem, cobertura vegetal e distribuição proporcional de habitats sucessionais) afeta o funcionamento dos sistemas aquáticos? 2)Em que medida a consolidação das ocupações humanas (densidade de assentamentos e de pessoas, idade de assentamentos, etc.) na calha do Solimões/Amazonas.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: / Mestrado : (1) / Doutorado: (2) .

Coordenador: Evlyn Marcia Moraes Novo
Integrantes: Cláudio Clemente Faria Barbosa - Integrante / Conrado M. Rudorff - Integrante / João Sarkis Yunes - Integrante / Souza A F - Integrante / Maria de Lourdes Bueno Trindade Galo - Integrante / Nilton Nobuhiro Imai - Integrante / Adriana Affonso - Integrante / Maycira Costa - Integrante / Camilo Daleles Rennó - Integrante.

2012 - Atual
SENSORIAMENTO REMOTO HIPERESPECTRAL APLICADO AOS RECURSOS SOLO E ÁGUA

Descrição: Técnicas de geoprocessamento, aliadas ao sensoriamento remoto vêm se constituindo em alternativas adequadas para a solução dos problemas decorrentes da extensão e variabilidade próprios do manejo dos recursos ambientais. Imagens de satélite e espectros provenientes de sensores multi e hiperespectrais são utilizados, juntamente com técnicas de processamento destes dados e dos recursos computacionais, no sentido de fornecer informações adequadas para a caracterização e classificação de solos, avaliação e monitoramento de processos de salinização e qualidade da água. Diante do exposto, este projeto busca o intercâmbio do programa de Pós-Graduação em Sensoriamento Remoto do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais com o Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola da Universidade Federal do Ceará, visando à formação de recursos humanos e o desenvolvimento de metodologias apoiadas em técnicas e dados de sensoriamento remoto para subsidiar o monitoramento espaço-temporal da qualidade das águas, o desenvolvimento de metodologias para identificação de solos com problemas de salinidade e sodicidade em áreas irrigadas do semiárido e de levantamentos pedológicos detalhados em perímetros irrigados. Ao final da execução do projeto espera-se que estejam disponíveis bancos de dados espectrais de referência para classificação de tipo de água, de comportamento espectral de diferentes solos submetidos a diferentes níveis de salinidade e sodicidade e a caracterização de diferentes classes de solo; procedimentos metodológicos baseados em sensoriamento remoto para determinação de qualidade de água em reservatórios, elaboração de mapas de salinidade e de classes de solo; chave para identificação dos atributos diagnósticos de solos; mapas de área com problemas de salinização e mapa de classes de solos, além de recurso humano qualificado em sensoriamento remoto.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) .

Coordenador: Adunias dos Santos Teixeira
Integrantes: Cláudio Clemente Faria Barbosa - Integrante / Evlyn Marcia Moraes Novo - Integrante / Alcântara, Enner - Integrante / Lopes, F. B., - Integrante / Lino Augusto Sander de Carvalho - Integrante / Ana Célia Maia Meireles - Integrante / Eunice Maia de Andrade - Integrante / Claudivan Feitosa de Lacerda - Integrante / Antonio Roberto Formaggio - Integrante / Raimundo Alípio de Oliveira Leão - Integrante / Luis Carlos Guerreiro Chaves - Integrante / Francisco Gilney Silva Bezerra - Integrante / Francisco José Firmino Canafistula - Integrante / Luis Clênio Jario Moreira - Integrante.

2011 - 2013
Avaliação das Emissões de Carbono de Reservatórios Hidrelétricos

Descrição: Objetivos: -Estabelecer diretrizes para o planejamento de estudos de emissões de gases de efeito estufa em hidrelétricas, levando em conta os diferentes tipos, tamanhos, idades e localizações dos reservatórios no Brasil. -Padronizar os métodos de amostragem (espacial e temporal), coleta, análises físico-químicas e biológicas, assim como as análises dos dados e avaliações dos resultados para que os resultados sejam comparáveis e para que possam ser utilizados nos inventários nacionais de emissões. - Realizar campanhas de campo para coleta de dados e instalar equipamentos para a medição contínua em um conjunto de 8 reservatórios (Tucuruí e Balbina na Região Norte; Serra da Mesa na Região Centro-Oeste; Xingó na Região Nordeste; Três Marias e Funil na Região Sudeste; e Segredo e Itaipu na Região Sul) e 3 sítios de futuros reservatórios hidrelétricos (Santo Antônio e Belo Monte na Região Norte; e Batalha na Região Centro-Oeste). - Desenvolver modelos para análise dos dados que permitam: (1) identificar a origem das emissões e remoções de gases de efeito estufa (GEE) nos reservatórios hidrelétricos, diferenciando as interferências antrópicas; (2) estimar as emissões e remoções de GEE que ocorreriam sem a presença do reservatório; (3) realizar estudos para o entendimento do balanço de carbono na bacia de reservatórios, em suas diferentes formas - orgânicas e inorgânicas, na água e sedimentos. -Levantar e definir boas práticas para o gerenciamento relativo às emissões de GEE em reservatórios hidrelétricos. -Promover a divulgação e disseminação dos resultados do estudo. -Capacitar equipes técnicas para a coleta, análise, tratamento e modelagem dos dados referentes às emissões de GEE.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Coordenador: Jose Luiz Stech
Integrantes: Cláudio Clemente Faria Barbosa - Integrante / Evlyn Marcia Moraes Novo - Integrante / João Antonio Lorenzzetti - Integrante / Enner H Alcantara - Integrante / Souza A F - Integrante.

2011 - Atual
Environmental and Socioeconomic Impacts Associated with the Production and Consumption of Sugarcane Ethanol in South Central Brazil

Descrição: Este projeto de pesquisa pretende abordar um amplo espectro de tópicos relacionados aos impactos da produção e consumo do etanol da cana-de-açúcar. Inicialmente, pretende-se mapear as áreas cultivadas com cana na região centro-sul do Brasil, de forma a fornecer subsídios para a geração de cenários plausíveis sobre o padrão espacial de expansão do cultivo da cana-de- açúcar a curto e médio prazo. Esses cenários alimentarão modelos de interação biosfera-atmosfera, destinados a quantificar mudanças físico-químicas na atmosfera resultantes da conversão de áreas agrícolas, pastagens e vegetação arbórea em lavouras de cana. As saídas desses modelos, em termos de emissões de gases do efeito estufa, de diversos tipos de aerossóis, gases primários tóxicos e/ou precursores de gases secundários nocivos à saúde, serão usadas para avaliar os correspondentes impactos de tais mudanças de uso e cobertura do solo na saúde humana. Adicionalmente, modelos econômicos e econométricos serão concebidos, de forma a analisar os impactos derivados da produção e consumo extensivos do etanol na rede urbana e de infra-estrutura, nos recursos naturais, no mercado de trabalho e no cenário tecnológico-científico a ele associado, no setor da agroindústria, nas políticas de financiamento agrícola, no mercado de commodities e na segurança alimentar (ambos em nível nacional), bem como na balança comercial. O conhecimento adquirido com este trabalho ajudará a esclarecer as complexas relações entre a produção e o consumo do etanol e os impactos ambientais e socio-econômicos a eles vinculados, fornecendo dessa forma uma contribuição estratégica para ações e políticas públicas que visem maximizar os benefícios do etanol e, ao mesmo tempo, minimizar seus efeitos secundários e externalidades indesejáveis..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .

Coordenador: Bernardo Friedrich Theodor Rudorff
Integrantes: Cláudio Clemente Faria Barbosa - Integrante / João Antonio Lorenzzetti - Integrante / Jose Luiz Stech - Integrante / Evlyn Marcia Leao de Moraes Novo - Integrante / Enner H Alcantara - Integrante.

2010 - 2013
Efeito de perturbações antrópicas sobre a estrutura florística e funcionamento das florestas de várzea e seu impacto sobre os ecossistemas aquáticos da calha central do Solimões-Amazonas

Descrição: A meta desse projeto é estudar o efeito que perturbações antrópicas sobre a estrutura florística e sobre o funcionamento das florestas de várzea têm sobre os ecossistemas aquáticos da calha central do Solimões- Amazonas. A questão que norteia a proposta é de determinar os graus de perturbação antrópica em que se encontra a cobertura florestal da várzea do médio/alto Solimões e o médio/baixo Amazonas e identificar seus impactos sobre os mais importantes componentes dos ecossistemas aquáticos de várzea. A Floresta Inundável ocorre nas áreas que se encontram menos tempo expostas ao efeito do alagamento. Por isso, tornam-se as áreas mais interessantes para a ocupação humana, o que a torna vulnerável à remoção indiscriminada. Essa remoção não é contínua no tampo e nem no espaço. È sujeita à história da ocupação da área e aos sucessivos ciclos econômicos e políticas de ocupação da Amazônia. A remoção da floresta, entretanto, afeta a integridade dos sistemas aquáticos porque elas são fonte de alimento e nutriente para um grande número de espécies. Além disso, as florestas tendem a aumentar o tempo de residência da água na planície, e com isso, a facilitar a liberação de nutrientes adsorvidos nas partículas em suspensão. Com a remoção das florestas a tendência é de que os componentes finos da carga sólida sejam transportados a grandes distâncias, aumentando a deposição de frações mais grosseiras. A remoção da floresta tem, portanto, um potencial de alterar significativamente o funcionamento dos sistemas aquáticos. Ao término da pesquisa pretende-se responder às seguintes questões científicas: 1) Como a integridade da Floresta Inundável (medida em níveis de perturbação da paisagem, cobertura vegetal e distribuição proporcional de habitats sucessionais) afeta o funcionamento dos sistemas aquáticos? 2)Em que medida a consolidação das ocupações humanas (densidade de assentamentos e de pessoas, idade de assentamentos, etc.) na calha do Solimões/A.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Coordenador: Evlyn Marcia Moraes Novo
Integrantes: Cláudio Clemente Faria Barbosa - Integrante / Eduardo M. Arraut - Integrante / Jose Luiz Stech - Integrante / Enner H Alcantara - Integrante / Souza A F - Integrante / Adriana Affonso - Integrante / Carlos Eduardo Guerra - Integrante / vivian renó - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

2009 - 2011
Integração de dados multi-sensores, telemétricos, censitários e de campo na avaliação do impacto humano sobre o os sistemas aquáticos da várzea do rio Amazonas/Solimões

Descrição: Esse projeto tem como objetivo integrar dados de várias fontes (medidas de campo, sensoriamento remoto, sistemas de monitoramento automático) relativos a vários componentes do ambiente, ao longo de vários anos em duas regiões da várzea amazônica: uma região densamente povoada e alterada (Lago Grande de Curuai) e uma região localizada em uma área de uso controlado (Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá), e comparar o comportamento dos lagos, em diferentes escalas de observação (decadal, anual, estacional, mensal e diária) de modo a quantificar o peso das atividades humanas sobre o funcionamento atual e futuro desses sistemas para dar subsídios ao planejamento da ocupação das várzeas amazônicas. Um primeiro esforço será o de recuperar informações dispersas tanto sobre a região de Mamirauá quanto sobre a região de Santarém. Paralelamente ao levantamento de bases de referência sobre propriedades da água desses sistemas em anos mais antigos, o projeto prevê o uso de dados da base histórica de imagens MSS/Landsat para recuperar o estado da cobertura vegetal da várzea na década de 1970, assumindo que apenas a partir da década de 1970, com a política de integração da Amazônia, a pressão sobre a várzea se tornou suficientemente intensa e ampla a ponto de provocar alterações no funcionamento dos lagos de modo mais permanente. A partir de Janeiro de 2009, com a instalação do sistema automático SIMA, em Mamirauá, tornar-se-ão também disponíveis dados liminológicos e climáticos sobre dois lagos representativos das áreas de estudo: o Lago Mimirauá e o Lago Grande de Curuai. A análise dessas séries permitirá entender a interação entre as propriedades da água dos lagos e as funções de força que atuam sobre elas tais como vento e radiação em várias escalas de tempo. Serão também analisadas também séries históricas de produtos MODIS/Terra para analisar a variabilidade temporal da fração clorofila como indicador do estado trófico dos lagos. Esses dado...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Coordenador: Evlyn Marcia Moraes Novo
Integrantes: Cláudio Clemente Faria Barbosa - Integrante / Waterloo Pereira Filho - Integrante / Jose Luiz Stech - Integrante / Arcilan T. Assireu - Integrante / Adriana Affonso - Integrante / vivian renó - Integrante.

2008 - 2010
Estudo comparativo das propriedades da água de lagos da várzea do Amazonas (Solimões- Amazonas) submetidos

Descrição: O objetivo desse projeto é comparar o funcionamento do Lago Grande de Curuai, localizado na várzea do Rio Amazonas entre as cidades de Òbidos e Santarém, com o de um lago de várzea localizado em uma região em que a pressão humana seja suficientemente pequena para não alterar o funcionamento natural do sistema aquático. Estudos realizados por Novo et al. (2006,2007) e Gomes et al. (2007) sugerem que essas altas concentrações decorrem da intensificação da atividade pecuária na várzea nos últimos anos, em resposta às demandas dos mercados urbanos formados pela cidade de Óbidos e Santarém. Por outro lado, não existem dados contínuos de medidas de concentração de clorofila em outros ambientes aquáticos, que permita estabelecer em que medida essas altas concentrações são naturais, ou induzidas pela presença do gado. Para responder a essa questão será instalado um Sistema Automático de Coleta de Dados que permita monitorar com alta frequencia variáveis ambientais e liminológicas à semelhança do que foi feito em Curuai. Com essa estratégia poder-se-a discernir os sinais decorrentes do funcionamento natural do sistema daqueles derivados da ação antrópica...
Situação: Concluído;; Natureza: Pesquisa.

Coordenador: Evlyn Marcia Moraes Novo
Integrantes: Cláudio Clemente Faria Barbosa - Integrante / Conrado M. Rudorff - Integrante / Eduardo M. Arraut - Integrante / Arcilan T. Assireu - Integrante / Adriana Affonso - Integrante / Carlos Eduardo Guerra - Integrante / Jose Reinaldo Pacheco Paleja - Integrante.

2004 - 2009
Linking remote sensing of variations in inundation and aquatic vegetation with regional analyses of carbon dynamics in Amazon wetlands

Descrição: Este projeto visou testar e desenvolver métodos para mapear a extensão da área alagada na bacia amazonica a partir de dados SAR, métodos para mapear a variabilidade espacial e temporal dos tipos de cobertura das áreas alagáveis par melhorar as estimativas de carbono. Nessa fase foi dada ênfase também na avaliação de novos sensores como o Sensor Hyperion e o sensor MODIS como fonte de informação sobre as propriedades da agua, e sua variabilidade espacial. Nessa fase, os dados estão sendo sintetizados e integrados a outras bases de dados produzidas no âmbito do projeto LBA, e bem como compartilhados no âmbito da rede temática GEOMA...
Situação: Finalizado; Natureza: Pesquisa.

Coordenador: Evlyn Marcia Moraes Novo
Integrantes: Cláudio Clemente Faria Barbosa - Integrante / Conrado M. Rudorff - Integrante / Enner H Alcantara - Integrante / Adriana Affonso - Integrante.
Financiador(es): NASA - Goddard Space Flight Center - Outra.

2003 - Atual
LBA II - : Linking vegetative cover and inundation in Amazon wetlands with regional analyses of carbon dynamics

Descrição: Uso de dados multi-sensores para caracterizar a cobertura vegetal da planicíe de inuncação, sua fenologia e biomassa ao longo do tempo, como subsídio a modelagem biogeoquímica. Estão sendo testados diversos tipos de sensores tais como o MODIS, os dados de radar ENVISAT, com grande suporte de campo.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .

Coordenador: Evlyn Marcia Moraes Novo
Integrantes: Cláudio Clemente Faria Barbosa - Integrante / Laura Hess - Integrante / Conrado M. Rudorff - Integrante / John M Melack - Integrante.
Financiador(es): University Of California Santa Barbara - Cooperação.
Número de produções C, T & A: 5

2001 - Atual
ESTUDO DA DINÂMICA DE CIRCULAÇÃO DA ÁGUA ENTRE SISTEMAS LÓTICOS, LÊNTICOS, E A PLANÍCIE DE INUNDAÇÃO AMAZÔNICA

Descrição: O projeto teve como objetivo testar o uso de Imagens Multisensores, adquiridas em diferentes níveis de cota do rio Amazonas como suporte à estratificação do Lago Grande de Curuaí em tipos de água bem como avaliar a relação entre essas classes e as propriedades das massas de água presentes no lago medidas a partir de dados espectrais e limnológicos coletados in situ.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .

Coordenador: Cláudio Clemente Faria Barbosa
Integrantes: Waterloo Pereira Filho - Integrante / Conrado M. Rudorff - Integrante / Evlyn Marcia Leao de Moraes Novo - Integrante.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro / University Of California Santa Barbara - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 6


Endereço:
Av dos Astronautas, 1758
Jd Granja - CEP: 12227-010
São José dos Campos - SP
Brasil
Tel: 55 (12) 3208-6810
Prédio: ASA Sala: 25
©  LabISA